quinta-feira, novembro 03, 2005

Sono pesado

Estava eu na minha paz a vaguear pela RUF por volta das 5 horas da matina, e na loucura decidi ir até à sala de convívio. É nesse local que me deparo com uma cena no mínimo chocante. Estavam dois indíviduos trabalhando arduamente ao computador, enquanto um ser que se auto denomina( várias vezes ao dia) muito inteligente,pois deve supor que andar de barbatanas dentro de casa é de uma inteligência fora do comum... pernoitava a um canto da sala! Nisto eu e um dos indíviduos que trabalha fora de horas, pois em horário normal está ocupado a colar em alguma parede, estrada,...; deparamo-nos com uma peculariedade do sono desse sábio: era a maneira grosseira com que ele escancarava a boca, perfazendo um circulo de diâmetro de cerca de 2 polegadas e meia. Nisto deparo-me com o outro individuo colado numa garrafa de àgua em cima de uma mesa, que depois de o chamar varias vezes tentando descolá-lo, ele dá ideia de fazermos uma experiência recambolesca: analisar a sensibilidade daquela boca de 2 polegadas e meia à garrafa. Para nosso espanto ou não, concluimos que o simples roçar da garrafa não sucita nenhuma reacção na cobaia, concluimos ainda que pressionando mais a garrafa continua aquele ser a não responder aos estímulos, e por fim concluimos que depois de alguns movimentos perfurantes da garrafa nessa bocarra de 2 polegadas e meia o ser auto denominado muito inteligente não move nem um musculo...
Nisto deparo-me com o outro individuo colado a observar essa misteriosa boca, sucitando uma nova experiência: talvez seja melhor experimentar com outra coisa, tipo um TROMPETE!

Conclusão da experiência:
Ou o individuo em causa tem um sono pesadito, ou o hábito já é muito!

2 comentários:

Lene disse...

Já ouvi dizer que a cobaia, para além de tudo isto ainda passeia as mãos por zonas estranhas enquanto dorme...é verdade?É na loucura...

Babé disse...

ó mac, meu granda paneleiro, então fui eu que tive essas ideias de torturar o magic, perdão jordam(enganei m no jogador).