quarta-feira, outubro 26, 2005

Teoricamente Falando 2...

Saudações caros seres de inteligência diminuta... Venho novamente aqui para tentar espalhar um pouco de sabedoria por este antro de ignorância. De facto, eu fui o outro interveniente de tal conversa e, obviamente, fui eu a fomentar o início de tal discusão acesa digna de um ou dois prémios Nobel... De facto, é claramente lógico que, quanto mais aumentas a velocidade, mais chuva te molha... Passo a explicar:

Imaginemos um indíviduo a andar a "x m/s". A chuva a cair de qualquer direcção (existe um pequeno corolário a este axioma descrito de seguida) irá atingir o teu corpo numa área de, imaginemos, "A m2". Independentemente da superfície em escolha, a nossa maior área é a frontal, a par da traseira (para os perfeitos anatomicamente, como eu...). Ora, como no movimento de corrida iremos aumentar a nossa velocidade, imaginemos, para "5x m/s", iremos interceptar as gotas de chuva que se deslocam livremente. É um facto que também iremos escapar às gotas que nos iriam interceptar na superfície superior, mas devido á relação de áreas, a quantidade de chuva absoluta irá aumentar linearmente com a proporção das áreas (supondo, obviamente, um campo de gotas uniforme...). Acreditando que a vossa área superior é a menor (para os perfeitos anatomicamente, novamente) a melhor solução quando estiverem à chuva é estarem parados!!! É de facto uma brilhante dedução e espero o contacto do comité internacional dos prémios Nobel


Corolário:

Existe uma situação caricata em tudo isto. Quando a chuva se apresenta de frente ou na retaguarda, a tender para o paralelismo com o plano do horizonte, de maneira a aproveitar a nossa área menor, o ideal será mesmo rebolar pelo chão com a dita área perpendicular ao campo de gotas. Agora perguntam-se: Porque não efectuar isso nos casos anteriores? Eu respondo: É fodido pra caralho rebolar na diagonal!!!


Deixo-vos aqui com esta pequena demostração, e espero que se sintam todos um pouco mais inteligentes.

6 comentários:

Babé disse...

Pronto eu compreendo, afinal de contas esta vossa nova e supostamente melhorada teoria não foi atingida durante ou imediatamente após a um cachorro à santiago ao almoço-puto. Ora como é óbvio a melhor maneira de vos deslocardes à chuva será,aproximando a vossa forma à de um paralelipípedo, expondo as faces de menor área como já referido; assim será vantajoso deslocarem-se na chamada posição "torre de pisa", sendo que a inclinação deverá ser o mais aproximada possível á da chuva, e estarem orientados na direcção desta, minimizando assim a àrea de exposição. Mas como provavelmente já realizaram, esta manobra é impraticável caso a chuva tenha uma inclinação demasiado acentuada. Por isso a solução que vos resta será,utilizando os músculos resultantes das muitas punhetas batidas durante as noites, colocarem-se na chamada posição "torre de pisa invertida", que não tem tantas implicações do ponto de vista da flexibilidade, mas que coloca novas obstruções no campo da força braçal (pelo menos para mim, que não bato tantas como isso).

Convém referir que a aproximação a um paralelipípedo não é possível para uma minoria, à qual pertence um indivíduo auto-intitulade de "anatomicamente perfeito", cuja aproximação pode ser a uma esfera, o que leva à necessidade da formulação de uma nova teoria que exporei na próxima oportunidade.

Saudações boémias.......

PS2 disse...

Primeiro ponto: a teoria foi formulada pela primeira vez, ainda na sua forma embrionária, a seguir a um almoço-kid...
Segundo ponto: tenho de ir jogar ps2, não tenho tempo pra mais...

Lene disse...

ENGENHEIROS... :) está tudo dito!
Saudações pouco molhadas...

Marta disse...

ok!!! digam-me a verdade: voces nao têm mais nada que fazer à vida?ou entao quando nasceram o medico assustou-se e deixou-vos cair?
Sigam um conselho: comprem a merda de um guarda chuva e acordem pra vida!!!

Lene disse...

Concordo com a Marta: comprar um guarda chuva ainda me parece a melhor solução para resolver a velha questão de que a chuva molha...

Cuidado com a água da sanita...:)

PS2 disse...

A teoria da água da sanita ainda não está completa...