sexta-feira, junho 10, 2005

Esta merda vai toda com o caralho...

Resid�ncia Jayme Rios de Souza

Após quase oito meses da sua criação, resolvi proferir algumas das minhas sábias palavras neste não menos nobre blog. A razão que me levou a tomar tal atitude foi o facto de me ter confrontado com algumas informações que me puseram a minha perfeita existência em risco. Mas, para bem da Humanidade, resolvi respirar bem fundo e aproveitar o que o futuro nos reserva... Não, eu não sou convencido, apenas limito-me a aceitar como sou... Antes de mais, permitam-me desculpar-me pela minha ausência prolongada. Tem de compreender que tenho um ritmo de vida infernal, e entre um ataque ou outro do nukezone lá posso respirar de vez em quando. Também a minha forte contribuição para as alegrias de quinta-feira à noite de um ou dois milhares de pessoas ajuda à minha sobrecarragadíssima agenda, visto que era eu que armazenava naqueles reservatórios de 33 ou 50 cl o nectar sagrado dos deuses expelido em pleno terreno do meu arqui-inimigo: a faculdade (não voltarei a proferir este nome... causa-me calafrios...). Lá consegui arranjar tempo suficiente agora, na época de exames (claro...) para vos brindar com algumas notícias.
Primeiro, a notícia menos má... O café Perola da Arca, vulgo o café do Filipe vai fechar durante 3 semanas. Eu até compreendo a necessidade de tal, mas FODASSE. TINHA MESMO DE SER AGORA QUANDO MAIS PRECISAMOS DELE???
Agora fora de gozo, e sabendo que alguns dos frequentadores deste blog são ex-residentes, a má notícia acabou por chegar: eles vão fechar a Residência Universitária Professor Jayme Rios de Souza. Eles são aquele grupo maquiavélico que gosta de brincar com as vidas das pessoas e que são denominados de "serviços". Eles andem aí... Com a troca de um tacho para uma panela (da glória para a cristina), a decisão que todos temiamos foi tomada. A alternativa não é má, já que o nosso próximo destino é quase o paraíso: a RUF. Só não é perfeito devido e esta coisa velha, gasta, acabada, a cair aos bocados e que cheira mal que é esta casa. Primero estranha-se, e depois entranha-se... Todos nós sentimos isso, mas não há nada a fazer... Não duvido que todos os que leiam isto e que tenham ou tiveram algo a ver com esta casa sintam o mesmo aperto no coração que eu sinto enquanto estou a escrever estas palavras... Afinal de contas, é muito tempo da nossa vida aqui, a nossa alma fica cá e a alma da casa fica em nós. Só temos que seguir em frente e agradecer a grande oportunidade que tivemos em pertencer à história das paredes que (ainda) me rodeiam. Fica o desabafo...

Abraço a todos

6 comentários:

Carpe Diem disse...

Passei 7 anos maravilha ai nessa casa...jamais eskecerei os bons momentos ke tive ai...a "Jayme Rios"....sempre será recordada por todos kuantos la passaram...

abraço pra todos

hasta

Hélder Lemos disse...

Sem dúvida alguma que os anos que passei aí foram dos melhores da minha vida. Conheci muita gente, cresci como pessoa. E todas as nossas brincadeiras e o nosso convívio jamais se apagarão da minha memória. Desde já lanço o repto a quem da comissão de residentes a organizar um convívio de despedida dessa nossa casa!

Bidum disse...

já agora, de facto vamos fazer uma festa de despedida, em principio num fim-de-semana. nao sabemos é se é no fim dos exames ou em Setembro. De qualquer maneira iremos avisar com a devida antecedenci residentes e ex-residentes. abraço

Adriana disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Adriana disse...

Até a mim, que obviamente, nunca morei aí, me dói. Passei aí momentos agradáveis. Mas, e dito por quem já lá morou, a RUF tb n é má...

Ambrósio disse...

é verdade, tá tudo fodido....
vou chorar como um menino...